Dicas para fazer o exame de certificação PMP

As certificações em gerenciamento de projetos estão se tornando cada vez mais difundidas, e a mais conhecida entre elas é a certificação PMP (Project  (Management Professional) oferecida pelo PMI (Project Management Institute).

Existem grandes instituições na área de Gerenciamento de Projetos que aplicam provas além do PMI, como as Instituições ABGP/IPMA (Associação Brasileira de Gerenciamento de Projetos / Entidade International Project Management Association), PRINCE2 e CompTIA, porém as Instituições PMI e ABGP/IPMA requisitam tempo de experiência em Gerenciamento de Projetos aos candidatos para que possam receber a autorização (elegibilidade) para realizar o exame.

A intenção deste artigo é focar somente na certificação PMP. O candidato a este exame deverá possuir a quantidade mínima de 4500 horas gerenciando projetos e possuir o 3º grau completo ou 7500 horas para quem possuir o 2º grau completo.

Valor do exame:
US$ 405,00 para associados ao PMI
US$ 555,00 para não associados

Certamente compensa se associar ao PMI, pois o valor de US$ 129,00 é para se tornar um novo membro e US$ 20,00 para participar das atividades locais de cada  Chapter (Capítulo de sua cidade).
Caso você não obtenha sucesso no exame, você poderá refazê-lo pagando o valor de US$ 275,00 para membros e US$ 375,00 para não-membros.

Quando se associar ao PMI, você terá acesso às publicações grátis, descontos em cursos, livros, etc.

Dicas para se preparar para o exame PMP

Tornar-se familiarizado com o conteúdo requisitado pelo PMI.
Um gerente de projeto não necessariamente precisa conhecer detalhadamente todas as áreas de conhecimento para exercer sua profissão, sendo assim, faça uma  analise SWOT (Analise dos pontos fortes, pontos fracos, ameaças e oportunidades) para descobrir qual é a área que precisa melhorar e busque ajuda com os seus colegas de trabalho ou referências bibliográficas como por exemplo, PMBOK 4º Edição, preparatório para a certificação PMP como os livros da Rita Mulcahy,  Headfirst PMP, Kim Heldman, entre outros.

areas

Faça um treinamento preparatório para sentir-se familiarizado com o exame e o conteúdo abordado. Conheça a instituição e verifique a qualificação do instrutor. Lembre-se que este treinamento sera útil tanto na sua vida profissional quanto no exame..

Faça simulados e busque entender a razão das respostas. Muitas perguntas são baseadas na cultura americana, porém, em maio de 2009 houve um evento no Rio de  Janeiro patrocinado pelo PMI com o intuito de elaborar as perguntas para a nova versão do exame baseado no Guia PMBOK 4º Edição, sendo assim, existe uma possibilidade de haver perguntas que você se identifique em seu dia-a-dia.

As perguntas estão cada vez mais voltadas à estudo de casos, porém é importante que você memorize os processos de entrada, saída e ferramentas de controle contidos no PMBOK 4º Edição.

É difícil mencionar o tempo mínimo e máximo para estudar para o exame, pois isto depende exclusivamente do candidato.

Existem pessoas que marcam o exame após se sentirem confortáveis, outras para forçar os estudos, e algumas somente para conhecimento do exame.
Seja qual for o seu estilo, descanse o dia anterior ao exame e procure não ficar ansioso. O exame é exaustivo e requer um raciocínio muito rápido (200  questões para serem respondidas em, no máximo 4 horas, sendo que 25 delas são apenas demonstrativas e não são contempladas no resultado. Como não há forma de  identificar estas questões, é realmente necessário responder todas, mesmo sabendo que serão avaliadas somente 175 questões do exame.

As 200 questões costumam deixar o candidato exausto, por isso, é permitido sair da sala quantas vezes quiser, no entanto, sugiro que tente responder uma média de 60 perguntas e sair, beber um copo de água, talvez comer uma barra de cereal, ou algo que possa te reanimar para voltar e continuar o exame.

Dica importante na hora de responder as perguntas

Você terá 15 minutos para conhecer o tutorial do exame, neste momento, tente marcar todas as formulas e processos que lembrar em um papel que será entregue  pela pessoa que monitora o exame.

Eu sugiro que siga essas etapas no momento do exame

Perguntas curtas:
Responda as perguntas curtas primeiro e marque as demais para revisar (procure passar rapidamente as questões longas e deixe os cálculos para a última
revisão), assim, a chance de acerto é muito maior, pois quanto mais exausto, mais o raciocínio será prejudicado e a chance de erro aumenta. Quando chegar ao final das 200 perguntas, selecione a opção de revisar as questões que não foram respondidas.

Perguntas longas:
Na revisão, responda as questões longas e continue deixando o cálculo para a última revisão.

Perguntas que requerem cálculos:
Na última revisão, responda as perguntas que requerem cálculos, assim, as fórmulas serão utilizadas uma única vez e você estará preparado para responder com  uma maior chance de acerto.

Ao final do exame, aguarde a mensagem que indicará o seu resultado.

Boa sorte!

Sergio Torres, PMP
Mantenedor do Portal Projeto Diário
Email: [email protected]
Diretor e Instrutor do Projeto Diário Treinamentos
www.projetodiario.adm.br
Tel: (11) 5087-8943 / Fax: (11) 5087-8810
www.linkedin.com/in/sergioastorres
www.twitter.com/sergioastorres
Skype: sergioastorres
certificações: PMP, PRINCE2 Practitioner, COBIT, ITIL, SQMF, MCT, MCP, MCSA, MCSE e MCTS: Project 2010.
MCITP: Enterprise Project Management with Microsoft Office Project Server 2007.

Em breve, você contará com várias novidades

Leave a Comment (0) ↓