O grande trunfo da sustentabilidade para tornar a empresa socialmente justa e lucrativa: Competência

Desde muito cedo, ouvimos discursos sobre a salvação do planeta e crescemos com o sonho de engajarmos num desses projetos.

À medida que as responsabilidades profissionais nos absorvem deixamos o romantismo adormecido e praticamos de forma tímida  ações nesse sentido.

Algumas pessoas, por suas profissões ou determinação, se envolvem com mais profundidade, criando inclusive associações.

A falta de equilíbrio entre os discursos e os atos, está no fato de  pessoas, com  inscrições em seus carros ou camisetas sobre a salvação do planeta, jogarem nas ruas latas, garrafas de cerveja e outras embalagens.

Nas manhãs de sábado e domingo muitas avenidas encontram-se emporcalhadas com materiais descartados.

O discurso “ se beber não dirija”  evapora-se nas compras de cerveja nas lojas de conveniência dos postos e,  infelizmente, muitas embalagens terminam nas ruas.

Um pouco de equilíbrio não fará mal a ninguém “ salve os golfinhos, mas não atropele os vizinhos”, isto também é ecologicamente correto.

Uma vez na empresa, logo na segunda-feira pela manhã, o que podemos fazer a respeito da sustentabilidade  se esta não tem nenhum programa?

Desperdício é o tema!

A primeira imagem que nos vem à mente quando falamos em desperdício é a fábrica.

Errado! Temos que pensar na organização como um todo.

Qualquer tipo de desperdício deve ser  evitado, mas, por favor, não vá resgatar a velha economia de trocar a caneta vazia pela cheia, onde os controles e tempo de espera custam mais caros para empresa.

 O melhor programa para redução de desperdício está na competência. 

Pense em competência como um edifício com três pilares:

1)      Conhecimento – Saber o que fazer

2)      Habilidade – Saber como fazer

3)      Atitudes- Querer fazer

Quanto maior  nossa competência maiores chances teremos de fazer as coisas certas e bem feitas logo na primeira vez.

Esse é o aspecto fundamental, pois estamos tratando de eficácia ( fazer certo) e eficiência (fazer bem feito), na primeira vez.

Ora, também,  é a máxima da qualidade total: “ Tudo o que merece ser feito, merece ser bem feito”.

Na raiz das definições está a eliminação do desperdício.

Problemas evitados significam economia de telefonemas, e-mails, papéis impressos, gasolina, desgaste de veiculo, e outros tantos recursos que usamos e não percebemos.

Veja que ainda não falei em área produtiva, mas que sem dúvidas deve fazer parte do programa.

Cada ponto percentual de redução de despesas significa ponto percentual direto no lucro.

Uma   ação de redução, com comprometimento de todos,  pode gerar resultados surpreendentes.

Vamos a uma situação de fato:

Para aumentar a competência da equipe em um projeto apresentamos um programa de treinamento.

Sabíamos que não teríamos muitas chances de implantá-lo devido aos altos compromissos  financeiros da empresa, então propusemos que esse  investimento fosse  feito com uma participação na redução de gastos. A participação seria de 10% da redução destes.

O crédito  seria dado à equipe que o  controlaria para aplicar nos cursos do programa negociado.

O valor do crédito realmente se mostrou significativo, os treinamentos foram efetuados e ainda sobrou muito dinheiro.

Interessados em poder usar aquele saldo  a direção optou por bancar os treinamentos futuros sem que a equipes acumulasse créditos.

Enfim,  questionável ou não a atitude, o fato é que a empresa estava, em pouco tempo,  organizada, com um visual moderno, socialmente mais justa e lucrativa.

Quando encontro pessoas que abraçaram esse projeto sempre me perguntam: Quando vamos trabalhar novamente juntos?

Isso, evidentemente me alegra, mas o que  realmente dá enorme satisfação é ouvir: -Fizemos muita coisa e nada parecia difícil!

Claro, fizemos a escolha certa. Optamos pela competência!

Ivan Postigo

Economista,  Bacharel em contabilidade, pós-graduado em controladoria pela USP

www.postigoconsultoria.com.br

   “Alerta máximo: A  misteriosa morte em massa de colônias  de abelhas coloca em risco a vida no planeta” Informe-se, divulgue!

Em breve, você contará com várias novidades

Leave a Comment (0) ↓